segunda-feira, 23 de março de 2009

Só para estar junto de você...

As batidas do meu coração aceleram, penso em você.
Em tudo que vivenciamos até agora,em tudo que ainda nos resta vivenciar.
Nos sonhos que sonhamos, nas juras de Amor.
Amor para mim é isso...tem que pulsar!
Tem a paz que encontro no teu sorrir, o calor exato das suas mãos.
Amor é essa calmaria queencontro em você, quando falamos, quando juntos estamos.
É ver a noite se tornar madrugada de repente,pelas horas não percebidas.
É ver a mesma noite se arrastar,quando você não vem.
Amor é ter você, durante e em cada tarefa que concluo.
É ver você, não importando muito para onde vai o meu olhar...
Porque, geralmente, eles não enxergam o que olham, sempre enxergam você.
É sentir você em cada algo que toco, amar você é isso aqui, enquanto você aí, eu aqui...Escrevendo do meu amor por ti, só para estar junto de ti.

Esqueci de postar uma data muito importante para mim!

Dia 17 de março de 2009...

14 anos juntos, nos amando, com a graça de Deus!


Danielle e Paulo

Por amor

Banda Catedral

Faz tanto tempo mas não me esqueci,
Do teu carinho tão grande por mim,
Eu sei que um dia eu quis te esquecer,
Outros caminhos eu quis percorrer,
E a gente pensa que vai ser feliz,
Que para tudo há uma solução,
Mas solução não existe sem ti,
Preencha agora o meu coração.

(Refrão)Por amor, teu amor,
Modificou o meu viver,
O meu ser, teu poder,
Iluminou o meu olhar,
Céu e mar,
Teu querer,
É tanto bem querer pra mim,
Eu sei que não mereço mas,
Tu és amor, amor,
Eu sei que não mereço mas,
Tu és amor, amor.

Esta música é uma declaração de amor para o meu Deus, Aquele que tem me dado consolo nas horas difíceis e tem suprido todas as minhas necessidades em Amor!

Te amo Jesus!

Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele dito, não o fará? ou, havendo falado, não o cumprirá?
Números 23:19

sábado, 21 de março de 2009

Eu!


Eu...esta palavra é um icognita para mim!
Quem sou eu!?
Sou boa, sou má; sou menina, sou mulher;sou brisa, sou vendaval; Sou tudo aquilo que quero, ou não...
É difícil alguém definir-se...
somos como camaleões, ou melhor, como a lua! Vivemos de fases...
Minha vida, posso defini-la como uma roda gigante ou uma montanha russa, gira-gira e vivo cheia de altos e baixos, mas algo me chamou a atenção recentemente.
Pode alguém ser considerando bom ou mal?
Refletindo nisto, descobri que a única coisa que realmente sei sobre mim é que não sou 100% do bem, nem 100% do mal, e que o único capaz de realmente dizer quem sou é aquele que me criou: Deus...ah, Ele me conhece muito bem!

Paulo também tentou explicar o mesmo que estou dizendo em sua carta aos romanos, capítulo 7:

18 Sei que nada de bom habita em mim, isto é, em minha carne. Porque tenho o desejo de fazer o que é bom, mas não consigo realizá-lo.

19 Pois o que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo.

20 Ora, se faço o que não quero, já não sou eu quem o faz, mas o pecado que habita em mim.

21 Assim, encontro esta lei que atua em mim: Quando quero fazer o bem, o mal está junto a mim.

22 No íntimo do meu ser tenho prazer na Lei de Deus; 23 mas vejo outra lei atuando nos membros do meu corpo, guerreando contra a lei da minha mente, tornando-me prisioneiro da lei do pecado que atua em meus membros.

24 Miserável homem que eu sou! Quem me libertará do corpo sujeito a esta morte?

E você, quem é?

Poema

Poema

Ney Matogrosso

Eu hoje tive um pesadelo e levantei atento, a tempo
Eu acordei com medo e procurei no escuro
Alguém com seu carinho e lembrei de um tempo
Porque o passado me traz uma lembrança
Do tempo que eu era criança
E o medo era motivo de choro
Desculpa pra um abraço ou um consolo
Hoje eu acordei com medo mas não chorei
Nem reclamei abrigo
Do escuro eu via um infinito sem presente
Passado ou futuro
Senti um abraço forte, já não era medo
Era uma coisa sua que ficou em mim, que não tem fim
De repente a gente vê que perdeu
Ou está perdendo alguma coisa
Morna e ingênua
Que vai ficando no caminho
Que é escuro e frio mas também bonito
Porque é iluminado
Pela beleza do que aconteceu
Há minutos atrás